Salada, saúde e tempo

No correcorre da vida, o tempo acabou sendo achatado, espremido…
Na pressa, comemos qualquer coisa, geralmente rápida, por conta dele, o tempo.
E na busca de uma saúde perfeita, Wagner passou a comer “muita” salada.
Todas as noites a “marmita” da Joyce passou a ter esse componente principal: a salada.
Incorporamos essa prática no nosso cotidiano, montando a “salada” da Joyce nos dias de semana, e no final de semana, a dela vem ainda mais “recheada”. Vale a pena montar um pote com tampa, guardando os ingredientes cozidos e crús, para consumir a qualquer momento do dia.

A SALADA

SDC11668

SDC11665

A forma de fazer é fácil.
Escolha alimentos coloridos.

Para montar saladas cruas:
*Lave bem o alface e coloque de molho no vinagre e água por aproximadamente 20 min, depois disso corte uma quantidade razoável, que caiba em um dos compartimentos do vasilhame.
Pode acrescentar aos verdes a couve, bertalha, cebolinha, salsa, mostarda, dentre outras, levando em conta os 20 minutos no vinagre.
*Lave bem a cenoura, descasque e passe no ralador, saindo formas de tirinhas.
*Lave a cebola de cabeça, tire a casca e corte em cubinhos pequenos.
*Pique o tomate sem os caroços, pois ele pode gerar líquidos e assim estragar o alimento com mais facilidade.
*Para os alimentos cozidos, pode cozer no vapor a couveflor, vagem, brócolis, pique em pequenos pedaços e coloque nos compartimentos.
*Pique alimentos como o inhame, beterraba, cenoura, vagem e cozinhe em por poucos minutos, separadamente.

Com todos os ingredientes escolhidos, e algumas vasilhas compradas, monte-as com as verduras e legumes de sua preferência, lembrando que as cruas não devem ser temperadas, deixe para colocar o azeite e o sal na hora de servir.
Bom apetite, e boa saúde.

(Sonia)

Leave a comment

0 Comments.

Leave a Reply


[ Ctrl + Enter ]