Resgate de animais – Jardim Camburi VA’A

Semana de resgate da equipe JC VA’A. Num dia é a tartaruga Aloha que é resgatada, saindo de um estado quase de óbito, para a vida. E num outro, Richard Hoey e Giana Tonini, que fazem parte do grupo de remadores da escola, foram chamados por moradores de rua, que denunciaram sobre uma cadela que estava amarrada a dias próximo ao chuveiro da praia, local onde nós (me incluo por participar da equipe) lavamos os equipamentos  ao chegarmos do mar.

Como Giana e Richard tem seus amigos de quatro patas em casa, ficaram consternados e foram resgatar a cadela. A encontraram fraca, cheia de feridas, com fome. A alimentaram, levaram para uma clínica veterinária, arrecadaram dinheiro para o tratamento inicial. Foram a busca de alguém que quisesse adotá-la. Por fim, conseguiram um lar para ela, que por sorte, tiveram esses anjos que conseguiram dar um final feliz para essa história. Parabéns Giana e Richard, que tiveram esse gesto de amor.

Nova casa. Nova vida. Richard levando a cadela para sua casa.

Nova casa. Nova vida. Richard levando a cadela para sua casa.

Adotar um animal deve ser pensado que é para a vida toda dele. Quem tem, sabe o quanto eles preenchem nossa vida com carinho e amor. Dá trabalho, mas não há recompensa sem trabalho. Portanto, é preciso pensar bem antes de adotar para que não aconteça o arrependimento e abandone o animal a própria sorte. Mas, se isso vier a acontecer por algum motivo, não abandone na rua, procure uma instituição que cuida de animais e coloque a disposição para adoação, com certeza haverá alguém interessado. #nãomaltrateanimais.

(por Sonia Ferreira)

Leave a comment

0 Comments.

Leave a Reply


[ Ctrl + Enter ]