Falando de Arte – Mondrian

Durante a graduação, muitos dos períodos artísticos e artistas me impressionaram.

E um deles foi Mondrian, que conseguiu trabalhar as formas, com cores primárias, o branco e preto.

Certo dia, o professor de arte contemporânea passou um vídeo sobre sua história, e foi a partir dele que passei a entender ainda mais suas obras.

Uma delas me chamou a atenção. Os movimentos dos carros e das luzes na cidade de Nova York. Ele admirava aquela cidade, e pode representar através das formas, geralmente com quadrados, retângulos e linhas.

Quando passei a lecionar na Educação Infantil, levei algumas de suas obras para as crianças conhecerem. E partindo da contextualização, sobre a história desse artista, trabalhamos com a técnica de colagem (recortes quadrados e retângulos) sobre papel preto. A solicitação era que representassem suas casas com aquelas formas, como fez Mondrian em Nova York. Ele pintava as sacadas dos prédios, as janelas, e o movimento da cidade.

Foi uma experiência muito significativa para mim e para as crianças, conseguiram representar de modo subjetivo o lugar em que vivem.

Leave a comment

0 Comments.

Leave a Reply


[ Ctrl + Enter ]