Uma prece.

“Da covardia que teme novas verdades, Da preguiça, que aceita meias verdades, Da arrogância, que pensa conhecer toda a verdade, Ó, Senhor; livra-nos”. – Arthur Ford