#Vai uma dica ai – Parabola

Mas afinal, oque é a parábola? Muito cuidado não estamos falando daquele gráfico em forma de u de matemática ainda não, é sim de uma figura de estilo do português, a parábola, que é uma narrativa curta,que muitas vezes se confunde com fabula, mas,ela tem caracteristica própria de utilizar de situações e pessoas para comparar a ficção com realidade,através dessa analogia, fornecer uma lição (implícita ou explicita) , com uma moral da historia com intuito de transmitir uma sabedoria (ética).

Exemplo extraído do site Gambare (gambare.uol.com.br):

O exemplo do tigre
Uma história sobre a comodidade e o conformismo
por Redação Gambare!
04.03.2008

”Um homem vinha caminhando pela floresta, quando viu uma raposa que perdera as pernas. Perguntou-se como ela faria para sobreviver. Viu, então, um tigre aproximando-se com um animal abatido na boca. O tigre saciou a própria fome e deixou o resto da presa para a raposa.

No dia seguinte, o tigre alimentou a raposa novamente. O homem maravilhou-se com a grandiosidade de Deus, que usava o tigre para ajudar outro animal. Disse a si mesmo: “Também eu irei me recolher em um canto, com plena confiança em Deus. E ele há de prover tudo de que eu precisar.”
Assim fez. Mas, durante muitos dias, nada aconteceu. Estava já quase às portas da morte, quando ouviu uma voz:

- Ó, tu que estás no caminho do erro, abre os olhos para a verdade! Segue o exemplo do tigre e pára de imitar a raposa aleijada.”

Parábola extraída do livro AS MAIS BELAS PARÁBOLAS DE TODOS OS TEMPOS – Volume 2, Alexandre Rangel, Editora Leitura

#Vai uma dica ai – Fabula

O que seria fabula? A Palavra em si, quer dizer criar, inventar, mentir no literal, mais a narrativa fabula  é comum em historias infantis, possui linguagens simples e com diferencial que é o uso de personagens animais com caracteristicas humanas. Normamente é feita uma analogia entre realidade do humano e do personagem na narração da fabula, para ensinar alguma coisa ou provar alguma verdade com lição de moral.

Destaquei os pontos importantes, porem tem um artigo muito bom para quem quer se aprofundar nos conhecimentos de fabula no coladaweb , confiram.

Um exemplo de fabula:

Aqui vão 2 links de download das fabulas Esopo, o primeiro em pdf ( tirado do www.sitededicas.com.br) e o segundo todo em formato de imagem ( amigadaedu2.blogspot.com):

Download Fabula em pdf

Coletanea de 9 fabulas compiladas por alberto jorge filho, de diversos assuntos,mostrando e alertando o publico sobre varias lições de vida.

Elas são:

1 – A galinha e os ovos de ouro
2 – O asno, a raposa e o Leão
3 – O filhote de cervo e sua mãe
4 – O Cego e o filhote de lobo
5 – O galo e a pedra preciosa
6 – O veado doete
7 – O leão e o Rato
8 – O leão, o urso e a raposa
9 – O gato e o galo

Downlod Fabula Imagem

Fabula de Esopo, foi escrito por Jean de la fontaine
e adaptado de Lúcia tulchinski, no livro há fabulas baseadas
nas famosas fabulas de Esopo que era um homem grego, do seculo
VI antes de cristo,que ate hoje fica no ar, como lenda, a rara inteligencia e o dom de contar historias divertidas,com lições de moral
ultizando variados animais como personagens,as nossas fabulas.
As famosas fabulas de Esopo, escritas por um monge bizantino do
seculo XIV,
inspiram numerosos autores no decorrer da historia.
Jean de Lá Fontaine,mostrou em seu livro uma nova vida as fabulas
de Esopo,que foram originalmente reunidas em 12 livros,e agora
adaptada a pequenas fabulas, para que possamos aprecia – las, são ao todo 19 fabulas, para saborear.

1 -O parto da Montanha
2 -O rato da cidade eo rato do campo
3 -O leão e o ratinho
4 -Venus e a gata
5 -A Cigarra e as formigas
6 -O sapo e o boi
7 -A Assembleia dos ratos
8 -A raposa e as uvas
9 -A menina do leite
10 -A Galinha dos ovos de ouro
11 -O burro na pele do leão
12 -O corvo e o pavão
13 -As duas panelas
14 -A garça velha
15 -A coruja e a águia
16 -O velho,o menino e o burro
17 -A lebre e a tartaruga
18 -O galo e a raposa
19 -A raposa e a cegonha

#Vai uma dica ai – Notações Léxicas

Quando  se estuda português, temos aqueles assuntos chavões de concursos, vestibulares que costumamos dar mais destaques, as notações léxicas pra mim foi uma das matérias que não ocorreu muito isso, achei pouco material, exercícios de fixação , por ser uma matéria pequena, mas que também tem sua importância. Mas o que seria Notações Léxicas?

Notações Léxicas? São sinais gráficos que utilizamos para ajudar na escrita.

Elas podem ser de dois tipos:

1 -> notação que dão valor a determinada letra ( que modificam som da letra)

* Acento agudo (´) -> indicam na maioria das vezes som aberto das vogais, que são ditas com maior intensidade  Ex: Técnico, Chipanzé, até.

*Acento circunflexo (^) -> ele serve para fazer som fechado nas vogais, que são ditas com maior intensidade. Ex: Inglês, português,polêmica.

* Til (~) -> Indica a nasalização das vogais. Ex: Criação, população, hortelã.

*Cedilha (ç) -> Colocado na letra c (antes de a, o, e) faz com que essa letra tenha som do fonema /sê/  Ex: Moça,poço,açúcar.

2 ->Notações léxicas que não  modificam som da letra

*Acento grave (`) -> indica que duas letras iguais se juntaram Ex: ( a + a)

Ex:  Junte  água  fria a  a assadeira  = junte água fria á assadeira

Dirigia – me  a aquele povoado = Dirigia – me  àquele povoado

* Apostrofo ( cuidado não confunda com apostrofe, que é uma figura de linguagem !)  voltando, apostrofo ( ’ ) -> indica eliminação de letra  em uma palavra ( curiosidade : a suspensão tem nome de elisão). Ex: Estrela -  d’ alva

Aqui vai um trecho de um texto sobre uso do apostrofo, que achei no site  olhometro.com :

“O apóstrofo, por definição, já é um sinal gráfico um pouco incompleto. Ele é praticamente uma vírgula de cabeça pra baixo ou, se você preferir, um acento agudo sem letra embaixo, o que é bem triste, se você considerar que ele já é um acento, que é uma função secundária no idioma (pelo menos alguns níveis abaixo das letras na hierarquia alfabética, até onde eu sei)

Mas depois que dar nome de bar com apóstrofo no final virou moda, a coisa degringolou de uma maneira assustadora e o apóstrofo, outrora apenas um sinal gráfico solitário, incompleto e que servia – veja você, que ironia – para substituir qualquer letra faltante em uma palavra (tipo Rock and Roll, que vira Rock’n’roll), como o coringa de um baralho, se alastrou como peste nos nomes de lugares por esse Brasilzão. Ele teve seus momentos de glória, mas durou pouco.

Apesar de muito usado, o apóstrofo sempre foi mal compreendido. Agora estamos rodeados por Bar do Johnny’s e Bar do Zé’s, o que nem é tão condenável, afinal nem João e nem José têm obrigação de usar corretamente o possessivo num idioma estrangeiro. Assustador MESMO é ver professor escrevendo “CD’s” e “DVD’s” na lousa da faculdade, e isso eu já vi várias vezes.

Repita comigo, amigo. Plural em inglês é igual a plural em português – você coloca o “s” e pronto, pode ficar feliz pois terá multiplicado seu Substantivo por vários sem nenhuma dificuldade. É quase mágica. O apóstrofo não entra no plural, ele tem outra função. Você NUNCA vai comprar CD’s, nem DVD’s, nem digitar URL’s, muito menos baixar MP3′s, sendo todos eles uma sigla ou não. Você pode até ter AID’s, que com essas coisas não se brinca. Mas tira o apóstrofo. Vai ser muito mais digno.”

* Hífen (-) -> Ele possui 3 funções:

- Ligar elementos de palavras compostas  Ex: banho-maria, pé-de- alface.

- Ligar Pronomes a verbos Ex Chamavam – se

- Indicar partição de palavra no fim da linha

* Trema ( ¨ ) -> Usada em nomes próprios estrangeiros e seus derivados. (  de acordo com wikipedia serve para alterar o som de uma vogal ou para assinalar a independência dessa vogal em relação a uma vogal anterior, constituindo-se às vezes em uma vogal própria e distinta no alfabeto)  Ex: vergüenza

#Ui delicia – Frozen

Frozen pode ser adjetivo ou verbo. Como adjetivo, frozen significa congelado,gelado, gélido, muito frio; morto, queimado, danificado pelo frio ou geadas; coberto de gelo; insensível, frio; paralisado de medo. Fonte : webster dictionary

A sensação do verão de 2011 (eu sei que estamos no inverno) mais porque não aprender fazer essa maravilha matar saudade do verão.

Já vi muitas receitas diferentes pela internet, mais creio que essa foi a que  melhor atendeu, vamos lá, mão na massa:

Ingredientes:

*800 ml  de iogurte  Natural ( preste atenção o natural é aquele branquinho, não o rosinha que é o mais popular no supermecado )

*8 Colheres de sopa de Açúcar.

*1 caixa de 200 ml de Creme de Leite. (Algumas pessoas preferem creme de leite light ai fica sua preferência)

Como fazer:

Pegue iogurte e coloque sobre um pano de preferência pano de fralda ou um similar que consiga escorrer bem o soro dele, e deixe até sair t0do. Depois acrescente creme de leite e bata muito ( pode ser a mão, batedeira o que achar melhor) Nisso vá colocando açúcar, bata ate o açúcar ficar bem  dissolvido. Coloque em um  pote e deixe no freezer por 6 horas.

Dicas: Se você , depois de 4 horas retirar do freezer, voltar a batê-lo e depois deixar novamente no freezer por mais 2 horas ajuda a aumentar a cremosidade.

Se quiser acrescentar o sabor direto a mistura básica aguarde 4 horas e bata novamente com a fruta desejada e depois volte a levar ao congelador.

Mas se de tudo a preguiça bater, tem uma dica, que ira fazer mal ao bolso, mais muito bem a barriga, o novo sorvete da nestle :

“MOLICO® Yogo Natural

MOLICO® Yogo um sorvete de iogurte preparado com todo o sabor e a leveza dos iogurtes MOLICO®. Não contém açúcar, tem 0% de gorduras e 1 bola de 60 g tem só 36 calorias. MOLICO® Yogo Natural é bastante versátil e fica ótimo puro, coberto com as mais diversas caldas ou até mesmo batido com frutas. Use a imaginação e invente o seu jeito de saboreá-lo.”

Ou então apostar em uma das sobremesas da activia, que promete reproduzir o gosto de frozen em um yorgut, eu gostei, é bom, mais não se compara ao frozen original.


#Vai uma dica ai – Linguagem

Não Podemos começar um estudo português de  sem tocar em um assunto muito importante e presente no dia a dia de todos a linguagem, que estão elas nas simples conversas, livros, jornais, revistas, mensagens publicitarias,gestos,placas, isso é ao nosso redor.

Vale a pena destacar alguns tipos de linguagens:

Linguagem digital -> Linguagem Computadores, permite comunicação do ser humano com a maquina. Os programadores fazem ela ”entender” e executar comandos e rotinas que somados são programas de computadores ( que não são nada mais nada menos que facilitadores armazenamento e transmissão de informação, geradas em outras linguagens e convertida a digital)

Linguagem verbal -> È aquela falada ou escrita.

Linguagem não verbal -> Símbolos,gestos.

O que nos temos sempre que ter em mente é que  a linguagem sofre mudança no decorrer do tempo,de acordo com vários fatores socioculturais presentes.

*Resumindo*

Linguagem  -> capacidade para expressar pensamentos,ideias,opiniões e sentimentos (dentro dela há fenômeno comunicativos,”onde  há comunicação há linguagem”)

Vários tipos linguagem:

*sinais   *símbolos *sons * gestos * Linguagem escrita

Verbal -> faz usa das palavras para comunicar algo

Não – verbal -> utiliza outros métodos de comunicação que não são palavras ( sinais, figuras etc)

*Língua Falada X Língua Escrita*

Falada = Mais espontânea, abrange comunicação linguística na totalidade.

Escrita =Estagio posterior de uma língua, que representa língua falada, com sistema disciplinado e rígido.

Uso  diferentes da língua, devido a diversos fatores:

Fatores Regionais :regiões brasileiras distintas,há variação no uso da língua

Fatores culturais :grau de escolaridade e a formação cultural do individuo ( pessoa escolarizada de modo diferente, sabendo menos ou mais da língua)

Fatores contextuais: de acordo com situação que estamos, por exemplo, conversando com amigos ou conversando no trabalho.

Fatores Profissionais :Trabalho que requer linguagem especifica ( linguagem técnica)

Fatores Naturais :influencia de fontes naturais como idade e sexo.

Fala é um ato individual,podendo escolher elemento que convém: Gosto, necessidade,situação, contexto e ambiente socioculturais ,conhecer outro que fala é importante  e   ajuda a compreender aquele que fala.

Níveis da Fala

Nível Coloquial Popular -> Tipo de fala utilizada no dia a dia, em situações informais , espontâneas, não se preocupa em saber se esta de acordo com as regras gramaticais.

Nível Culto da Forma -> Utilizado em situações formais, tem maior cuidado com o vocabulário, obedecendo as regras gramaticais.

Signo -> Possui, significado ( é o conceito , a ideia transmitida pelo signo, a parte abstrata do signo). Significante ( imagem sonora, a forma da parte concreta do signo, suas letras e seus fonemas)

Língua -> sinais, um conjunto baseado em palavras, com regras gramaticais

signo -> Possui elementos  representativos, possui 2 partes, significado e significante.

Fala ->uso individual da língua,criativo, liberdade de expressão e compreensão.

#direto ao ponto

Como disse Bejamin Franklin : “Ou escreves algo que valha a pena ler, ou fazes algo acerca do qual valha a pena escrever ”, assim que  começo meu post no blog andarapé, meio demorado em sair, mais espero que seja o primeiro de muitos.

#direto ao ponto

Minha proposta é trazer, um pouco de tudo que de acordo com minha peneira cerebral julgar relevante, minha ideia inicial e trazer alguns downloads (adoro essa palavra) para rechear o site, algumas dicas culinarias peculiares, sites, dramas,novidades,noticias, dicas para concursos ( estudos), livros, musicas e por ai vai.

começo.

watch?v=JEdbxneuti4&feature=player_embedded