# vai uma dica ai – Grandes Matematicos: George Cantor

George Cantor ou Georg Ferdinand Ludwig Philip Cantor , foi um russo matemático muito que ficou muito conhecido por inovações matemáticas dos últimos séculos,  um dos que se deu mais destaques foi a teoria do conjunto.Ele nasceu em St. Petersburg , 5 março de 1845 e faleceu a alemanha 6 de janeiro de 1918.

Deixou a Russia bem pequeno, e foi com a família para Alemanha, estudou em vários lugares, entre eles foram : zurique, berlin  e gottingen. Se formou na Alemanha e suiça, na faculdade de zuricj ate 1862 e depois na de Berlim aonde foi aluno de notaveis nomes da matemática como por exemplo Ernst Kummer ( comtribuiu na geometria), Karl Weierstrass (contribuiu na teoria das funções analíticas e moderna analise matemáticas) e Leopold Keonecker ( contribuiu na teoria dos números, álgebra e continuidade de funções), e Logo após estudo na Universidade de Göttingen.
Em 11872 lecionou alunas na universidade de Halle – Witternberg, mas só obteve titulo de professor em  1879.
Cantor Consolidou a ideia do infinito na matemática, sua teoria gerou muito embates com outros matemáticos, fazendo com que cantor fosse muito contestado em sua pesquisa na época. Lançou a teoria dos números, para depois lançar o estudo dos conjuntos ( numéricos), se aprofundou no estudo do infinito , de forma que pudesse ser usado na matemática, na época de lançamento muitos matemáticos contestaram seu estudo inclusive alguém sempre frizando Leopold kronecker, que havia sido um de seus professores, ele liderava campanha contra sua teoria. Por causa desses afrontamentos, ele foi barrados de círculos académicos, publicações de suas teorias.
Ele acreditava em vários níveis de infinitos, absoluto e intangíveis, porem nenhum desses afrontamentos e perseguisoes fez com que ele parasse de estudar sua teoria, do contrario, esse isolamento por parte das pessoas, só fez com que ele fizesse em seu ”mundinho” trabalhando mais e mais em seu trabalho, apesar de ter sido internado varias vezes por depressões, não houve tempo que o fize se parar seu trabalho.

Os matemáticos sabiam que existiam conjuntos infinitos, porem cantor queria mais do que isso, queria provar que alguns conjuntos infinitos podem ser mais infinito que outros.

”Cantor demonstrou que, embora infinitos, os números racionais podem ser enumerados – ou contados – , assim como os inteiros. Mas os irracionais são ‘mais infinitos’ que os racionais e não podem ser contados. Então, a quantidade de infinitos racionais, valor chamado de ‘alef zero’, é menor que a quantidade de infinitos irracionais, chamada de ‘alef 1′.
Em outras palavras, Cantor nos disse que os números racionais, assim como os inteiros, são, de fato, infinitos, mas são contáveis. Já os irracionais seriam infinitos e incontáveis. E o infinito dos números racionais é menor do que o infinito dos números irracionais.
Cantor conseguiu quantificar e dar uma hierarquia aos níveis de infinito. Por incrível que pareça, apesar de a idéia ser totalmente contra nossa intuição, seu trabalho colocou em bases sólidas a análise de conjuntos, funções e outros elementos que têm caráter contínuo na matemática. A mesma solidez foi dada às ciências, que não sobrevivem hoje sem os cálculos usando números reais.”
( trecho tirado do site http://revistagalileu.globo.com)
Só que isso o fez entrar gradativamente no quadro de depressão profunda,loucura e morte em um hospital pisquiatrico após a descoberta do paradoxo de russel,que levou a um esgotamento nervoso e chegou a pirar.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Georg_Cantor.jpg
( fonte imagem : wikipedia)

#Hi! Tecnologias e internet – Modelo do Criador Facebook

Mark zuckerberg, fundador do facebook , foi reconhecido pela revista “time” como jovem mais rico do ano, 26 aninhos e uma fortuna de US$ 13,5 bilhões, não é pra qualquer um  ,né, ? Porem o que me chamou atenção, alem do brilhante filme, e do livro ( que ainda não tive oportunidade de ler) foi uma reportagem da parte tecnológica da uou , na foi classificado como o mais mal vestido do vale do silicio ( hehehe) , da pra acreditar, ate mal vestido, foi feita uma marca de roupas com nome e estilo dele, segue a baixo um pedaço do artigo :

A revista “Esquire”, em janeiro de 2011, já o havia colocado entre os dez homens mais mal vestidos do mundo. Não é tão espantoso assim que ele tenha ficado no topo entre os  CEOs das empresas de tecnologia.

O “dono do Facebook”, segundo a revista “GQ” supera concorrentes de peso. Em segundo lugar figura Steve jobs, com seu uniforme inconfundível e invariável: camisa preta, calça jeans e tênis. Em terceiro, Bill Gates, sempre com o  modelito estilo PC: sóbrio e de cores nada extravagantes.

Você acha o estilo colegial/básico do Marquinhos tão ruim assim? Está certo, ele não é um  Armani, mas foi capaz inspirar um estilista a criar uma linha de roupas baseada nas suas.

E depois dizem que homem não reparaheim? hehehe, Achei essa matéria muito diferente, vale a pena ser destacada.
Aqui esta o   link para quem que conferi lá:


http://uoltecnologia.blogosfera.uol.com.br/2011/08/04/mark-zuckerberg-e-o-mais-mal-vestido-do-vale-do-silicio-diz-revista/

E no site americano:
http://www.gq.com/style/profiles/201108/worst-dressed-men-silicon-valley-mark-zuckerberg#slide=15

#ui delicia – Waffer

Sabe  aqueles dias que você acorda de manha e pensar em começar um dia diferente? Ai vai uma receita pratica, saborosa de waffer, uma especie de massa de biscoito, feita para comer em qualquer época, mas em épocas frias como agora um wafferzinho de manha quentinho com uma caldinha é uma boa pedida não?

Ingredientes

2 xícaras de trigo peneiradas

2 Ovos

1/2 xícara de óleo

1 xícara e 1/3 de leite

2 colheres de  sopa de açúcar

2 colheres de chá de fermento

Como fazer:

Bata todos os ingredientes no liquidificador, menos o fermento, logo em seguida adicione o fermento. Agora esta pronto para ser esquentado, quem tem chapa utilize elas, são bem praticas, mas quem não tem é só colocar em uma frigideira e ter muito cuidado e rapidez pra não torar.

Fonte da foto: site m de mulher da abril, foto de waffer com leite condensado. lindo não?

#Vai uma dica ai – Denotação X Conotação

Conotação e Denotação são conceitos complementares, para entender bem um basta entender o outro, tem haver com tipo de significação da palavra.

O Sentido Denotativo ( denotação) é o sentido original, impessoal, sem considerar o contexto, o que quando você vê você considera significado da palavra. Já o conotativo ( conotação) é quando a palavra agrega outro significado, podendo ter interpretadões diferentes, dependendo do contexto.

achei um quadro muito bom no site enem nota 100, na qual vale a pena dar uma conferida no site e na imagem, com resumo do que se diz, vou aproveitar e pegar o exemplo do site que ilustra muito bem o que se foi explicado.

Enem nota 100

Exemplo:

Há um quadro PREGADO na parede. (sentido denotativo)

O menino ficou com os olhos PREGADOS na garota. (sentido conotativo)

#Vai uma dica ai – Significação das Palavras

A significação da palavras são classificadas em vários tipos, delas podemos destacar que não são fixas nem estáticas,podendo ter seu significado ampliado deixando de representar a ideia original, podendo também receber variação de acordo com a colocação numa determinada frase, veja a seguir:

Sinônimos -> Palavras que possuem significado próximo, mas não são exatamente equivalentes, sim parecidas.

*Casa,lar,moradia
*Longe,distante
*Carro, automóvel

Antônimos -> Palavras que possuem significados opostos ( contrários).

* Mal/Bem
*Ausência/presença
*Claro/escuro
*Cheio/ vazio

Polissemia -> Uma palavra tem mais de um significado dependendo do contexto.

*Manga( fruta,camisa)
*Banco ( instituição dinheiro, assento)
*Cabo( militar, vassoura)

Homônimos -> Palavras que possuem a mesma pronuncia,  mesmo jeito de escrever ( grafia), mas significados diferentes.

Acender( colocar fogo)
Ascender( subir)
Cela ( pequeno quarto)
Sela ( colocar selo)

Aqui vão alguns Homônimos tirados da internet :

apreçar (ajustar o preço)
apressar (tornar rápido)
bucheiro (tripeiro) buxeiro (pequeno arbusto)
bucho (estômago) buxo (arbusto)
caçar (perseguir animais) cassar (tornar sem efeito)
cegar (deixar cego) segar (cortar, ceifar)
cela (pequeno quarto) sela (forma do verbo selar; arreio)
censo (recenseamento) senso (entendimento, juízo)
céptico (descrente) séptico (que causa infecção)
cerração (nevoeiro) serração (ato de serrar)
cerrar (fechar) serrar (cortar)
cervo (veado) servo (criado)
chá (bebida) xá (antigo soberano do Irã)
cheque (ordem de pagamento) xeque (lance no jogo de xadrez)
círio (vela) sírio (natural da Síria)
cito (forma do verbo citar) sito (situado)
concertar (ajustar, combinar) consertar (reparar, corrigir)
concerto (sessão musical) conserto (reparo)
coser (costurar) cozer (cozinhar)
esotérico (secreto) exotérico (que se expõe em público)
espectador (aquele que assiste) expectador (aquele que tem esperança, que espera)
esperto (perspicaz) experto (experiente, perito)
espiar (observar) expiar (pagar pena)
espirar (soprar, exalar) expirar (terminar)
estático (imóvel) extático (admirado)
esterno (osso do peito) externo (exterior)
estrato (camada) extrato (o que se extrai de algo)
estremar (demarcar) extremar (exaltar, sublimar)
incerto (não certo, impreciso) inserto (inserido, introduzido)
incipiente (principiante) insipiente (ignorante)
laço (nó) lasso (frouxo)
ruço (pardacento, grisalho) russo (natural da Rússia)
tacha (prego pequeno) taxa (imposto, tributo)
tachar (atribuir defeito a) taxar (fixar taxa)

Homonimos Perfeitos - > A Palavra possui mesmo geito de escrever ( grafia) e o mesmo som.

Eu cedo (verbo) este lugar para maria

Cheguei cedo ( adverbio tempo) para casa.

Subclasse homônimos :

Homônimos imperfeitos:

Homógrafas -> Palavras que possuem mesma escrita ( grafia),mas a pronuncia e o significados são diferentes.

Almoço ( nome refeição substantivo)  ” hoje vou  no almoço vai ter peixada”

Almoço  (verbo, almoçar)          ” agora não estou  no  meu almoço”

gosto (substantivo)      ” o meu gosto é muito diferente do seu”

gosto (verbo)    ” eu gosto de joão”

Homofonos – > Palavras que possuem mesma pronuncia mas escritas diferentes.

Sessão -> (com três esses) significa intervalo de tempo de uma reunião para determinado fim;

seção -> dignifica corte, segmento, setor (setor de esportes);

cessão -> é o ato de ceder (transferir ou doar algo).

Aqui vai um link de uma pagina muito interessante que eu achei sobre o assunto, confiram :

Site Dica

Paramonios – > São palavras que possuem significado diferentes mas são muito parecidas a pronuncia e na escrita.

Absolver ( perdoar, inocentar)

Absorver (Respirar, sorver)

Apostrofe ( figura linguagem)

Apostrofo ( sinal gráfico)

Exercicios:

1) Assinale a alternativa cujas palavras substituem adequadamente as palavras e expressões destacadas abaixo: Passou-me sem atenção que a sua intenção era estabelecer uma diferença entre os ignorantes e os valentes, corajosos.

a) desapercebido – descriminar – incipientes – intemeratos.
b) despercebido – discriminar – insipientes – intimoratos.
c) despercebido – discriminar – insipientes – intemeratos.
d) desapercebido – descriminar – insipientes – intemeratos.
e) despercebido – discriminar – incipientes – intimoratos.

2) O apaixonado rapaz ficou extático diante da beleza da noiva. A palavra destacada é sinônima de:

a) imóvel
b) admirado
c) firme
d) sem respirar
e) indiferente

3) Indique a alternativa errada:

a) As pessoas mal-educadas, sempre se dão mal com os outros.
b) Os meus ensinamentos foram mal interpretados.
c) Vivi maus momentos, naquela época.
d) Temos que esclarecer os mau-entendidos.
e) Os homens maus sempre prejudicam os bons.

4) os sinônimos de exilado, assustado, sustentar e expulsão são, respectivamente:

a) degredado, espavorido, suster e proscrição.
b) degradado, esbaforido, sustar e prescrição.
c) degredado, espavorido, sustar e proscrição.
d) degradado, esbaforido, sustar e proscrição.
e) degradado, espavorido, suster e prescrição.

5) Trate de arrumar o aparelho que você quebrou e costurar a roupa que você rasgou, do contrário não saíra de casa nesse final de semana. As palavras destacadas podem ser substituídas por:

a) concertar, coser e se não.
b) consertar, coser e senão.
c) consertar, cozer e senão.
d) concertar, cozer e senão.
e) consertar, coser e se não.

6) Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas da frase abaixo: Da mesma forma que os italianos e japoneses _________para o Brasil no século passado, hoje os brasileiros_________para a Europa e para o Japão, à busca de uma vida melhor; internamente, os para o Sul, pelo mesmo motivo.

a) imigraram – emigram – migram
b) migraram – imigram – emigram
c) emigraram – migram – imigram.
d) emigraram – imigram – migram.
e) imigraram – migram – emigram

7) Há erro de grafia em:

a) Eucláudia trabalha na seção de roupas.
b) Hoje haverá uma sessão extraordinária na Câmara de Vereadores.
c) O prefeito da cidade resolveu fazer a cessão de seus rendimentos à creche municipal.
d) Voto 48a sessão, da 191a zona eleitoral.
e) Ontem, fui ao cinema na sessão das dez.

8 ) Assinale a letra que preenche corretamente as lacunas das frases apresentadas.
A ___________da greve era ________, mas o líder dos trabalhadores iria __________ mais uma vez.

a) deflagração – eminente – reivindicar.
b) defragração – iminente – reinvidicar.
c) deflagração – iminente – reivindicar.
d) defragração – eminente – reinvindicar.
e) defragração – eminente – reivindicar

9 )Assinale a letra que preenche corretamente as lacunas das frases apresentadas. em mecânica de automóveis, ele foi diagnosticar o problema no motor do carro do diretor.

a) esperto – tachado – incipiente.
b) experto – tachado – insipiente.
c) experto – taxado – insipiente.
d) esperto – taxado – incipiente.
e) esperto – taxado – incipiente.

10) Assinale a letra que preenche corretamente as lacunas das frases apresentadas. O ladrão foi pego em _________, quando tentava levar _______quantia, devido a uma caminhões bem em frente ao banco.

a) flagrante – vultosa – coalizão.
b) fragrante – vultuosa – colisão.
c) flagrante – vultosa – colisão.
d) fragrante – vultuosa – coalizão.
e) flagrante – vultuosa – coalizão.

Respostas:

1) B 2) B 3) D 4) A 5) B 6) A 7) D 8 ) C 9) D 10) C

#Vai uma dica ai – Apologo

O apólogo é mais um dos gênero de figura de linguagem, sua caracteristica principal e marcante é possuir recurso de figura de linguagem que ensina uma lição de vida ( lição de moral), por situações semelhante das reais envolvendo, pessoas, objetos, seres animados ou inanimados. O apólogo tem caracteristica de ter um objetivo que é atingir o conceitos que as pessoas possuem para modificar ou reformar o conceito sobre determinado assunto, levando a o leitor agir de forma diferente ( visão diferente), mudando comportamento humano de ordem moral e social, o apólogo tende a se concentrar em situações reais.

Um grande e popular exemplo disse é o apólogo de Machado de Assis bem popular na qual extrai do site Releituras (http://www.releituras.com) e esta aqui pra vocês :

Um Apólogo

Machado de Assis

Era uma vez uma agulha, que disse a um novelo de linha:

— Por que está você com esse ar, toda cheia de si, toda enrolada, para fingir que vale alguma cousa neste mundo?

— Deixe-me, senhora.

— Que a deixe? Que a deixe, por quê? Porque lhe digo que está com um ar insuportável? Repito que sim, e falarei sempre que me der na cabeça.

— Que cabeça, senhora? A senhora não é alfinete, é agulha. Agulha não tem cabeça. Que lhe importa o meu ar? Cada qual tem o ar que Deus lhe deu. Importe-se com a sua vida e deixe a dos outros.

— Mas você é orgulhosa.

— Decerto que sou.

— Mas por quê?

— É boa! Porque coso. Então os vestidos e enfeites de nossa ama, quem é que os cose, senão eu?

— Você? Esta agora é melhor. Você é que os cose? Você ignora que quem os cose sou eu e muito eu?

— Você fura o pano, nada mais; eu é que coso, prendo um pedaço ao outro, dou feição aos babados…

— Sim, mas que vale isso? Eu é que furo o pano, vou adiante, puxando por você, que vem atrás obedecendo ao que eu faço e mando…

— Também os batedores vão adiante do imperador.

— Você é imperador?

— Não digo isso. Mas a verdade é que você faz um papel subalterno, indo adiante; vai só mostrando o caminho, vai fazendo o trabalho obscuro e ínfimo. Eu é que prendo, ligo, ajunto…

Estavam nisto, quando a costureira chegou à casa da baronesa. Não sei se disse que isto se passava em casa de uma baronesa, que tinha a modista ao pé de si, para não andar atrás dela. Chegou a costureira, pegou do pano, pegou da agulha, pegou da linha, enfiou a linha na agulha, e entrou a coser. Uma e outra iam andando orgulhosas, pelo pano adiante, que era a melhor das sedas, entre os dedos da costureira, ágeis como os galgos de Diana — para dar a isto uma cor poética. E dizia a agulha:

— Então, senhora linha, ainda teima no que dizia há pouco? Não repara que esta distinta costureira só se importa comigo; eu é que vou aqui entre os dedos dela, unidinha a eles, furando abaixo e acima…

A linha não respondia; ia andando. Buraco aberto pela agulha era logo enchido por ela, silenciosa e ativa, como quem sabe o que faz, e não está para ouvir palavras loucas. A agulha, vendo que ela não lhe dava resposta, calou-se também, e foi andando. E era tudo silêncio na saleta de costura; não se ouvia mais que o plic-plic-plic-plic da agulha no pano. Caindo o sol, a costureira dobrou a costura, para o dia seguinte. Continuou ainda nessa e no outro, até que no quarto acabou a obra, e ficou esperando o baile.

Veio a noite do baile, e a baronesa vestiu-se. A costureira, que a ajudou a vestir-se, levava a agulha espetada no corpinho, para dar algum ponto necessário. E enquanto compunha o vestido da bela dama, e puxava de um lado ou outro, arregaçava daqui ou dali, alisando, abotoando, acolchetando, a linha para mofar da agulha, perguntou-lhe:

— Ora, agora, diga-me, quem é que vai ao baile, no corpo da baronesa, fazendo parte do vestido e da elegância? Quem é que vai dançar com ministros e diplomatas, enquanto você volta para a caixinha da costureira, antes de ir para o balaio das mucamas? Vamos, diga lá.

Parece que a agulha não disse nada; mas um alfinete, de cabeça grande e não menor experiência, murmurou à pobre agulha:

— Anda, aprende, tola. Cansas-te em abrir caminho para ela e ela é que vai gozar da vida, enquanto aí ficas na caixinha de costura. Faze como eu, que não abro caminho para ninguém. Onde me espetam, fico.

Contei esta história a um professor de melancolia, que me disse, abanando a cabeça:

— Também eu tenho servido de agulha a muita linha ordinária!

Texto extraído do livro “Para Gostar de Ler – Volume 9 – Contos”, Editora Ática – São Paulo, 1984, pág. 59.

Um video baseado no apologo de Machado de Assis, muito “original ” o cenario hehehe

http://www.youtube.com/watch?v=tYmvEQ1tfa0