4km (93,5/1000)

Caminhada no início da noite no calçadão da praia de Camburi. A foto mostrando os últimos raios do Sol passando entre as nuvens ficou um pouco “borrada”, mas muito bonita.

3,5km (89,5/1000)

Mais uma caminhada pela praia de Camburi. Entardecer lindo!!!

#umcafeporai

Fomos visitar a mamãe entregar umas lembranças da viagem e passamos na Padaria. Maria Clara comeu um HotDog, Soninha e um pedaço de lasanha e eu uma panqueca. Um expresso com creme para ajudar a descer.

4km (86/1000)

Começando o ano com o pé direito. Eu e Soninha caminhamos mais 4km no fim de tarde na Praia de Camburi.

Livro: A história de Lula o filho do Brasil

Ontem trabalhamos até 21h e alguns minutos. Saí meio apressado, dei carona para o Jackson e cheguei em casa por volta das 22h. Fui tomar um banho rapidinho para partimos para a ceia. Ainda no banheiro soninha me entregou o livro “A história de Lula o filho do Brasil”, um presente que me deu “de graça” (o feriado não é do tipo que requeria presente). Ela viu o livro disponível no supermercado e sabia que eu iria gostar dele.

Dei uma folheada e deixei para tornar a ler depois de jantarmos. Comecei a leitura um pouco antes da virada do ano e interrompi para acompanharmos os fogos na praia de Camburi. Li mais um pouco antes de dormirmos. No feriado de hoje tive todo o tempo para lê-lo.

Um livro pequeno, recheado de fotografias e com letras garrafais. Logo se percebe que a autora pretendeu escrevê-lo em linguajar simples, direto e fluídico, provavelmente querendo gerar uma obra de fácil apelo popular. É começar a ler e não ter mais vontade de parar.

Eu poderia fazer um monte de elogios para o livro e para a história. Reconheço que não teria como não ser passional e os que me conhecem poderiam dizer que são por conta da minha admiração pelo estadista Lula. Mas posso dizer sem receio de me enganar que não há como não se emocionar com a trajetória do seu personagem principal. À propósito aqui cabe um parenteses: A mãe do Lula, a Dona Lindu, é outra personagem fortíssima da história. Uma mulher de coragem e disposição impares. Com certeza uma referência muito forte para o menimo que se viria a se tornar presidente.

Resumindo. Depois de ler as histórias de superação contadas pela autora (Denise Paraná) a gente fica impressionado e pensando como foi possível suplantar tantas batalhas. Voltei nas páginas iniciais e o “aviso” estava lá: “As histórias contadas neste livro, apesar de impressionantes são todas reais”.

(wagner)