Confraternizando no último dia de trabalho

No início da tarde uma paradinha para confraternizar com os amigos do trabalho. Não deu para resistir e “fui obrigado” a almoçar um pouquinho acompanhado de uma picanha maravilhasamente preparada (créditos para o Osias).

2km (82/1000)

Retomando as caminhadas depois das caminhas que fiz na viagem hoje foi o primeiro dia em que encaixei um horário retornar à jornada do 1000Km até o Natal do ano que vem.

Fomos eu e Soninha pelas ruas do bairro.

Viagem para a Argentina – oitavo (e último) dia

Últimas imagens….


Entrando no aviao …

vista aériea – bye bye Argentina

Tempestade sobre o RJ….

Um café por aí no Palleta …

Ninguém via nada no aeroporto …

Turbulência – Soninha e Maria Clara com medo …

Viagem para a Argentina – quinto dia (NATAL!)

É sexta-feira, dia de Natal. Acordamos mais tarde. Saímos em direção ao Zoológico e usamos o metrô. Como era Natal estava tudo muito vazio e com um intervalo um pouco maior entre os trens. Escolhemos ir de metrô exaramente para conhecer melhor a Linha A – a primeira a entrar em funcionamento na América Latina.

Paramos na estação Perú, pois ela faz interligação com a linha E que no levaria até a estação Praça italia (em frente ao Zoológico). Nela há uma exposição permanente com fotos da época da contrução da linha A do metrô. A iluminação não favorecia então não tirei muitas fotos.

Percebe-se até pela profundidade da nova linha que tratá-se de uma obra bem mais moderna.

Na interligação há uma decoração com “tirinhas” da mafalda.

Mais uma!

No trajeto tivemos um vagão só para nós.

Impressionados com a decoração da estação Plaza Italia.

Em virtude do feriado do dia de Natal o Zoo estava fechado. Fomos fazer um passeio de “carruagem” no entrono do Zoológico, Jardim Japonês, Planetário e parque 3 de Fevereiro.

Fotos do passeio.

Resolvemos descer no parque para aproveitar o passeio à pé.

Viagem para a Argentina – quarto dia

É quinta-feira, véspera de Natal. O dia amanheceu chovendo. Nossa primeira chuva na Argentina. Não foi surpresa, porque tínhamos visto no guia que compramos que dezembro é o segundo mês do ano em volume de chuvas. Mas a chuva está torrencial…

No nosso roteiro de viagem discutido ontem, a nossa previsão era começar o dia com o “Bus City Tour“. “Madrugar” para pegarmos o primeiro onibus (9h) e com vagas na parte de cima que é aberta. Resolvemos que vamos com chuva mesmo (se conseguirmos acordar as meninas), mas com a chuva já não tem muita importância ficarmos na parte de cima.

Tomamos o café. Pegamos um taxi rapidinho e chegamos ao ponto de partida do passeio bem no horário de seu início. Neste horário e com a chuva o ônibus saiu apenas com nós quatro. Fomos na parte de cima, que em caso de chuvas arma uma cobertura para proteger os pasageiros (não funciona 100%). Ficamos nos acesnto centrais, pois nos dajanela seríamos respingados pela chuva.

O passeio já praticamente se inicia em frente à praça de Mayo e casa Rosada de uma lado, e inicio da av. de Mayo do outro.

Circulamos a praça e Mayo e a Casa Rosada. Durante todo o trajeto do passeio é apresentado um vídeo sobre a cidade de Buenos Aires que na maior parte do tempo é sincronizado com o percurso que o ônibus está fazendo. O passageiro pode escolher em que lingua deseja ouvir o áudio. Acho que Maria Clara experimentou todas elas.

Abaixo uma foto da frente da Catedral da cidade.

O ônibus atravessa toda a avenida de Mayo que interliga a Casa Rosada ao prédio do Congresso Nacional, numa união simbólica entre os poderes Executivo e Legislativo. Já Chegando no prédio do Congresso vimos o hotel em que ficamos hospedados.

A seguir o prédio do Congresso Nacional.

Faculdade de engenharia.

Parque na entrada do bairro de La Boca.

Bem ao fundo o estádio do Boca Juniors.

Outras fotos em La Boca.

Entrando para Puerto Madero.

Passeamos pela Reserva Ecológica. Fonte das Nereidas.

Fotos do parque.

Ponte da Mulher e Armazens de Puerto madero.

O BuqueBus de onde partem barcos para o Uruguai. Tinhamos a intenção de fazer uma viagem a Colônia, mas teve que ficar para outra ocasião.

Prédios modernos que estão sendo criados na região de Puerto Madero.

Torre dos Ingleses e Memorial dos soldados que lutaram na Guerra das Malvinas.

Universidade Federal.

Flor que se abre de dia e fecha á noite.

Museo de Arte Latino Americana – MALBA.

Parques da Região de Palermo. Planetário, Zoológico e jardim Botânico.

Museu Nacional de Belas Artes.

Área de entrada para o cemitério da Ricoleta, onde ocorre uma feirinha.

Embaixada Brasileira em Buenos Aires.

Teatro Colon em reformas – será reaberto em maio de 2010.

Novamente na 9 de Julho e em seguida chegando ao fim do passeio.

Fomos caminhar pelas imediações e pegamos a av. de Mayo da praça de mayo até a praça do congresso. logo no seu trecho inicial estava ventando muito e a meninas quase caíram.

Achamos umas livrarias muito antigas, algumas lojas de artigos para presentes e lembranças e paramos para tomar um café no famoso “Café Tortoni“.

Almoçamos num restaurante na avenida de Mayo (não lembro o nome) e foi a primeira vez que acertamos no pedido. Fomos para o hotel e depois fui com soninha tomar um café na esquina oposta ao do hotel. No café Victória.

Resumo do dia. Chegamos exaustos. Fomos ao supermercado e compramos um monte coisa para preparamos a nosa ceia de Natal, pois não pretendiamos sair para nenhum local. Passamos o Natal juntos na suite do hotel. Penso que o CityTour que fizemos hoje deveria ser o primeiro dos nossos programas na Argentina, pois ele permite uma vista geral nas atrações turísticas mais conhecidas. A partir dele ficou mais fácil escolher para onde irmos dentro do prazo que ainda tínhamos de viagem.

Viagem para a Argentina – terceiro dia

Fomos da praça do Congresso até rua Peru.

No trajeto, ainda na praça do Congresso enontramos um presépio.

Atravessamos a avenida 9 de julho.

Na rua Perú tomei um café na StarBucks enquanto as meninas faziam compras em uma liquidação de uma loja de roupas e calçados.

Depois caminhamos pela feira de artesanato da Rua peru.

Em seguida fomos para a rua florida. Na verdade as ruas Peru e Florida são fisicamente a mesma rua. O que ocorre é que esta rua é “cortada” pela Av. Rivadávia, a parte que fica ao sua é chamada de Rua Perú e a parte que fica ao norte de Rua Florida. Há vários artistas que se apresentam no meio da rua. Músicos e dançarinos em sua maioria.

Caminhamos um pouco, fomos procurar o banco do Brasil. Não o encontramos. No endereço havia um aviso informando que os seus correntistas poderiam sacar em quaisquer caixas eletrônicos da rede LINK e ou BANELCO, bem como os endereços dos caixas eletrônicos mais próximos. Fomos num deles e fizemos o saque. A partir de então ficou fácil sacar dinheiro em pesos, pois haviam caixas destas duas redes para todos os cantos de Buenos Aires.

Almoçamos por ali e depois fomos de taxi para o Bairro de San Telmo. Um dos maisantigos da cidade. É um bairro histórico e cheio de antiquários. Fomos à praça Dorrego onde há uma feira de antiguidades e de artesanato. Há também show de tango ao vivo.

Fomos conhecer o MAN, mas estava m reformas.

Retornamos caminhando pela av. Defensa.

Visitamos a galeria Defensa.

E tomamos um café no tradicional Bar Dorrego em frente á praça de mesmo nome.

Mais fotos da av Defensa e de Galerias e lojas de antiguidades.