Meio dia para pensar (20/01/2011)

“Levei vinte anos para me tornar um sucesso da noite para o dia.”
(Eddie Cantor)

Meio Dia para Pensar (19/01/2011)

“… a monotonia é o preço que se paga pela segurança.”  (Rubem Alves)

Meio dia para Pensar (18/01/2011)

“A tolerância é um atributo dos fortes e não dos fracos. A tolerância produz profunda estabilidade no campo da energia emocional. Só se constrói a tolerância se primeiro se construir a capacidade de compreender as limitações dos outros.
Quanto mais uma pessoa for tolerante, mais será invadida pelos comportamentos dos outros, mais instável e angustiada será. O mesmo princípio ocorre com a capacidade de perdoar. Perdoar não é sinal de fraqueza, mas de grandeza. Só os fortes perdoam, só eles conseguem ver o que está por detrás dos comportamentos dos outros. A arte do perdão protege a emoção. A capacidade de perdoar e de ser tolerante depende de um treinamento.”  (Augusto Cury)

Meio dia para Pensar (03/01/2011)

“Tudo pode, mas nem tudo convém!“   (Alguém prudente)

Meio dia para Pensar (31/12/2010)

uma reflexão um tanto pesada, mas num tom adequado para uma “virada” de ano:

Todo homem morre um dia… mas alguns nunca chegam a viver realmente!“  (William Wallce, gerreiro escocês que liderou a resistência ao domínio Inglês – Filme BraveHeart – Coração Valente)

Meio dia para pensar (01/12/2010)

Morto o herói,  apaga-se o sonho e mergulhamos de novo no anonimato da multidão…  (Rubem Alves)