Remaria da Penha 2017 – Jardim Camburi VA’A – Apreciando a paisagem

Esse foi o primeiro passeio longo que fiz em companhia da minha equipe de remo do JC VA’A, a Remaria da Penha/2017. Foi um circuito que faz parte das comemorações da Festa da Penha, padroeira do Estado do Espírito Santo. Aproveitei para Clicar as paisagens da Cidade de Vitória e Vila Velha, e a ter uma experiência maravilhosa que permitiu ver a Cidade de Vitória e Velha em um ângulo que eu não havia tido ainda a oportunidade de ver.

Atravessamos a baía de Jardim Camburi remando de Canoa Havaiana até a Praia do Ribeiro, em Vila Velha, para encontrar com outras embarcações, logo cedo. Chegamos na praia as 7:00h da manhã, tomamos nosso cafezinho com bolos e biscoitos compartilhados e os famosos brigadeiros feitos pela irmã da nossa amiga Bianca Caroselli. Pegamos o kit com camiseta e pulseira, depois, seguimos entre canoas, stand ups, dentre outras embarcações para a prainha de Vila Velha para a benção do Frei responsável pelo Convento da Penha, passando por debaixo da terceira ponte. Ao todo, entre ida e retorno a Jardim Camburi, um bairro de Vitória, remamos uns 18 quilômetros. Trabalho em equipe nas remadas, diversão, comilança (de sanduíches, cafés e brigadeiros), e ainda contemplados com 5 brindes dentre nossos companheiros de equipe.

Nosso Capitão Amarildo com muita destreza nos guiou nesse dia de contemplação à natureza, a amizade e a fé.

Juntando o grupo para iniciar nosso passeio.

Juntando o grupo para iniciar nosso passeio.

Reunindo os homens.

Reunindo os homens.

Reunindo as mulheres.

Reunindo as mulheres.

Só as mulheres.

Só as mulheres.

Dia lindo de se ver. A melhor equipe.

Dia lindo de se ver. A melhor equipe.

Registros: o caique amarelo.

Registros: o caiaque amarelo.

Remando em Alto Mar

Remando em Alto Mar

Bianca, nossa voga. Vaiii canoooa.

Bianca registrando momentos. Vaiii canoooa.

Eu e minha amiga Bianca. Aventureiras.

Eu e minha amiga Bianca. Somos aventureiras.

Eu e meu esposo Wagner, encarando a aventura juntos.

Eu e meu esposo Wagner, encarando a aventura juntos.

Giana com pose de modelo.

Giana com pose de modelo.

A vista da Terceira Ponte. Dia de Festa

A vista da Terceira Ponte. Dia de Festa

Remando devagar.

Remando devagar.

Standups. Linda imagem

Stand Ups

Aguardando a largada

Aguardando a largada

IMG-20170423-REMARIA DA PENHA (3)

A chegada, ao final do passeio.

A chegada, ao final do passeio.

Pose final.

Pose final.

(Por Sonia Ferreira)

A terra da Lua partida

Assisti o filme  “A terra da lua partida”.  Um documentário recente (2010) de uma produtora brasileira (http://www.enigmafilmes.com.br) que apresenta o drama dos últimos nômades dos Himalaia.  A seguir o trailer com legendas em português.

Eles estão entre os primeiras povos a sofrerem diretamente com os efeitos do aquecimento global.  A sua população já foi reduzida em mais de 80% – se viram obrigados a migrarem para as cidades e viverem em situação de pobreza e humilhação.  Até onde você iria para salvar o destino do seu povo? Esta é a questão que eles já estão tendo que responder.  Quem sabe qual povo será submetido a questão semelhante daqui a algum tempo.

O filme tem uma fotografia linda como seria de se esperar. Tem uma “fotografia poética” e o achei muito triste.  Recomendo assistir, pois sua tristeza é pedagógica e nos lembra que não podemos “consumir o planeta” como se ninguém fosse sofrer com isto (ou como se isto fosse uma teoria que talvez ocorra daqui a algumas décadas).

A Engrenagem

O vídeo foi inspirado no “A história das coisas” que mencionei no post da black friday da semana passada.  Vale a pena assistir.  São 16min bem utilizados.

Black Friday – enfim acabou e eu “sobrevivi”.

Quase chegando ao fim desta sexta-feira, mais uma Black Friday que enfim está acabando.  Eu “sobrevivi” e não comprei nada.  Recebi uma enxurrada de emails com ofertas de todo o tipo que se possa imaginar.  E o planeta, será que sobreviverá a quantas Black Fridays a mais?

Para ver e refletir segue o link do vídeo A História das Coisas.

Subida ao Mirante da Torre de TV de Venda Nova do Imigrante (04.08.2012 – 15,7km)

A família toda acompanhou a Soninha até Venda nova do Imigrante – ela foi dar aula no curso de pós-graduação da FAVENI.  Aproveitei para dar uma corridinha pela manhã e escolhi o percurso da Subida da Torre de TV.

Subida_Torre_TV_VN_mapa

Mapa do percuso.

Subida_Torre_TV_VN_satelite

Vista aérea (satélite) do trajeto percorrido.

Subida_Torre_TV_VN_altimetria

Altimetria (muita subida).

VN_01_Ponto_de_partida_7h09min

Ponto de partida, ao lado do hotel.

VN_02_Paralela_a_BR_7h17min

Trecho inicial - por enquanto plano.

VN_03_ainda_perto_BR_7h22min

O sol também estava uma beleza.

VN_04_Inicio_caminho_chao_batido_7h23min

Começando a subida.

VN_05_iniciando_subida_leve_7h26min

deixando a parte urbana.

VN_06_o_cenario_mudando_7h29min

ponte sobre o primeiro riacho.

VN_07_Subidas_7h34min

Mais subida.

VN_08_Mais_subidas_7h39min

E subida.

VN_09_e_continuo_subindo_7h44min

E mais subida. Começou por aqui os meus "duelos" com os cachoros.

VN_10_agua_e_natureza_7h45min

Outro riacho. Ou talvez o mesmo só que mais acima no trajeto.

VN_11_e_vamos_subindo_7h46min

Subindo.

VN_12_amplitude_da_vista_aumentando_7h49min

Vista.

VN_13_mas_continuam_subidas_7h51min

E as subidas não terminam.

VN_14_um_trecho_mais_plano_8h01min

Depois de muito tempo inicia um pequeno trecho mais ou memos plano.

VN_15_bifurcacao_para_o_mirante_8h05min

Hora de pegar o caminho da subida da torre.

VN_16_comecando_novas_subidas_8h14min

Reservatório de agua que abastece a cidade de Venda Nova do imigrante.

VN_17_e_tome_subida_8h16min

Mais subida.

VN_18_e_para_quem_achava_que_as_subidas_tivessem_acabado_8h28min

E mais subida. Agora esta quase chegando.

VN_19_ultimo_trecho_subida_8h29min

Subida muito íngrime.

VN_20_chegando_ja_vejo_a_torre_8h31min

Último trecho de subida.

VN_21_cheguei_vista_01_8h34min

Vista da torre de TV 1.

VN_22_cheguei_vista_02_8h34min

Vista da torre de TV 2.

VN_23_cheguei_vista_03_8h34min

Vista da torre de TV 3.

VN_24_cheguei_vista_04_8h35min

Vista da torre de TV 4.

VN_25_cheguei_vista_05_8h35min

Vista da torre de TV 5.

Quando as parcerias acontecem

Ao participar do Seminário Práticas Pedagógicas na Educação Infantil, da Prefeitura de Vitória, pude perceber que  muitos profissionais tentam fazer, e fazem a diferença nas práticas escolares. Um dos trabalhos que merecem nossas considerações, foi o trabalho dos professores Alexandre  Marchiori, Eucymara Guimarães e Giovana Barbosa, que com o intuito de estreitar as relações no cotidiano escolar, demonstraram  que o trabalho em equipe, integrando as disciplinas de Artes e Educação física, e a participação e apoio de todos é fundamental nas práticas escolares, estreitando relações e trocando experiências.  Nesse contexto todos aprendem e ensinam ao mesmo tempo. Parabenizo esses professores pela iniciativa, e que o trabalho de vocês possa despertar mais ações que permeiam o compartilhamento de ideias dentro da escola.  Para quem quiser conhecer o trabalho desses educadores, alguns vídeos foram lançados no youtube, trazendo essa ideia de compartilhar conhecimento.

(Por Sonia Ferreira)